Buscar
  • Ana Thomaz

...e só restará as relações...

parar de fazer

perder

deixar de reagir

desistir

abrir mão

entregar

esvaziar

liberar as interferências

abrir-se para ser atravessado pela vacuidade de todas as coisas

assim tem sido as experimentações ao longo desses anos através de nossas jornadas, encontros, experiências e vida diária aqui nesse lugar que hoje chamamos de

M.u.d.a. (Momentum Ultimo de Atualização)

são experimentações que acessam nosso campo restaurador, assim como estamos vendo a natureza se curando nesses dias de menos interferências no meio ambiente

ar puro

aguas cristalinas

animais ressurgindo

plantas mais vivas

cores mais intensas

parece óbvio que a saúde, a beleza, a vida pulsante da natureza são mais importantes do que o progresso humano e suas conquistas econômicas, tecnológicas e a necessidade de sempre precisar consumir uma novidade a custo da degradação do meio ambiente

seres humanos, que também são parte da natureza, podem restaurar essa conexão com a vida que pulsa em cada um de nós revelando seu estado de beleza inerente

menos poluída

menos inflamada

menos sofrida

quando paramos de interferir, quando deixamos de fazer o habitual, quando desistimos de seguir caminhos contra a natureza toda vida se recupera

engana-se quem pensa que seremos inertes niilista e impotentes nessa desaceleração

ressurgiremos, assim como o meio ambiente tem nos mostrado, no vazio, no silencio, recuperando a interação com o campo de criação, alinhado com todas as vidas que compõe a natureza

momento de fazermos menos, de nos libertarmos das interferências, de tirar as mascaras que nos prendem em identidades profissionais, egóicas, utilitárias

temos medo de sentir fome e por isso aceitamos comer lixo

temos medo da criação e por isso aceitamos viver em uma prisão

temos medo da vida por isso escolhemos mata-la

atravessando esse momento todo, talvez, só restará as relações

e o que pode ser mais importante do que as relações em um mundo de seres que se autocriam em relação?

que fiquem todas as relações e que estejamos emocionalmente amadurecidos para viver seus desafios em sua intensidade maravilhosa


uma abertura para viver grandes emoções

607 visualizações1 comentário

Receba atualizações dos acontecimentos, vivências e experimentações do M.u.d.a.